terça-feira, 13 de maio de 2014

Londres - 29 de abril a 4 de maio de 2013


As passagens

Essa viagem foi planejada bem em cima da hora. Teve uma promoção da TAP para emissão com milhas, 37.500 milhas ida e volta, de BH para Lisboa. Comprei os trechos Brasília-BH com milhas e os demais trechos na Europa todos separados. Foi a primeira viagem grande em que usei o aplicativo Kayak. 

O vôo de Lisboa para Londres eu comprei pelo lastminute.com, vôo da TAP. Como foi comprado separado do meu vôo BH-Lisboa, não consegui fazer o check in do trecho Lisboa-Londres ainda no Brasil, tive que fazer em Lisboa. Lá, me pediram a passagem de saída do Reino Unido e me avisaram que sem ela não poderiam me autorizar a viajar. Eu tinha, é claro (passagem do Eurostar, de Londres para Paris). Mas o importante não só é ter comprado a passagem, como estar com tudo impresso. Mesmo hoje, com toda a tecnologia que temos, sempre levo impressos os comprovantes dos vôos/trens e hotéis. Salvo tudo no Kayak também. Enfim, como eu estava com o comprovante, não teve nenhum problema. Chegando em Londres, o agente da imigração fez as perguntas básicas sobre o que você veio fazer aqui. Falei que tinha ido de férias, a passeio, que ia assistir a alguns musicais. Ele também pediu para ver os comprovantes. Mais uma vez, mostrei os recibos dos ingressos comprados pela internet (Wicked e Let it Be) e não tive problema. 


Reservando hotel pelo Last Minute

O hotel de Londres eu também escolhi pelo lastminute.com. Quando você escolhe hotel pelo LastMinute, você não sabe que hotel é. Eles não divulgam. Falam apenas uma descrição e uma localização aproximada. Mas é possível descobrir quais são os hotéis.
Nesse site aqui as pessoas revelam quais são os hotéis:

Para o meu hotel funcionou!
Fiquei no Grange Rochester
69 Vincent Square
Westminster
London
SW1P 2PA

Achei a localização ótima. Dá para ir a pé até o Parlamento (Big Ben), tem mercado e restaurante próximos (entre eles o Le Pain Quotidien, que eu adoro e servem desde o café da manhã até o jantar e o Nando´s).
A Victoria Station (estação de trem e metrô) também é perto, dá para ir andando. 


Andando por Londres

Eu gosto de fazer a maior parte possível das coisas a pé, porque assim sinto que consigo conhecer melhor a cidade.
Esse foi meu passeio do primeiro dia. Segundo o Google dá uma caminhada de uma hora e meia, mas como você vai entrar nos museus, entrar na London Eye e talvez ver uma peça no Shakespeare´s Globe, além de parar para descansar e comer, é bom reservar pelo menos umas 6 horas para esse passeio.


Você também pode montar o seu roteiro personalizado no Google Maps. É só colocar seu ponto de partida e ir acrescentando as atrações que quer ver.

Pontos Turísticos:

Tate Britain

Parlamento e Big Ben







London Eye




Tate Modern

Shakespeare´s Globe



Também fui a uma peça no Shakespeare´s Globe, uma réplica do teatro da época do autor. Esse ingresso eu comprei lá mesmo. Você também pode visitar o teatro. 


Mais informações:


Tower Brigde



Tower of London - amei, muito legal mesmo - especialmente se você conhece a história do Henrique VIII e Ana Bolena. Eu tinha acabado de ver a série The Tudors (disponível no Netflix), que conta toda a história deles.
Na Tower of London você pode fazer várias visitas gratuitas, guiadas pelos Beefeaters. O guia da visita que eu fiz era ótimo, muito bem humorado e ótimo contador de histórias. Lá podemos ver o local onde Ana Bolena foi decapitada, as jóias da Coroa, além de ter umas barraquinhas onde você pode comprar água e um delicioso crepe de nutella!



O ideal é ir em um dia que esteja tempo bom, pois a maior parte do passeio é a céu aberto.

Hyde Park
Kensington Gardens
Troca da guarda - Não gosto muito desse tipo de programa porque é certo que vai haver uma multidão de turistas e não vou conseguir aproveitar/ver muita coisa.


West End - Musicais em Londres

Assim como Nova York tem a Broadway, Londres tem a West End, onde existem vários teatros com vários espetáculos muito bons, a maioria musicais.
Fui assistir a dois: Wicked e Let it Be.

Wicked: the Hit Musical

Apollo Victoria Theatre, London, 

Tue 30 Apr 2013, 19:30 
Order for: Edna Mazepa Ballao
Seat location: section STALLS, row B, seat 36
Total Charge: £20.75


*Stalls é platéia*

O texto é ótimo, os atores, principalmente a atriz que faz a Galinda/Glinda são sensacionais. Muito divertido. Não sei se quem não tem um nível muito bom de inglês ia conseguir acompanhar bem a peça. Nesse caso, sugiro o Let it Be (informações abaixo).
Você pode conseguir ingressos mais baratos comprando ingressos que tem visão parcial. Esse que eu comprei supostamente tinha uma visão ruim, por isso foi bem mais barato, mas na verdade a visão era ótima. Era na segunda fileira, muito perto do palco, mas não perto demais de ficar com o pescoço doendo.

Let It Be



Savoy Theatre, London, 

Wed 1 May 2013, 19:30 
Seat location: section DRESS, row M, seat 14

Total Charge: £24.10


Esse espetáculo foi muito bom! Foi como se fosse um show mesmo, passando por todas as fases da carreira dos Beatles. Acho que deu mais de 2h de espetáculo, com um pequeno intervalo. Durante o intervalo, o senhor que estava sentado ao meu lado (ele devia ter uns 60-70 anos) me perguntou como alguém da minha idade sabia todas as músicas. Bom, eu sou beatlemaníaca desde que meu irmão comprou o disco do Yellow Submarine quando eu tinha 4 anos e na minha adolescência foi lançada a coleção Anthology, então foi assim que conheci e comecei a gostar. Conversamos um pouco e ele me contou que foi em um show dos Beatles nos anos 60! Imagina que legal! Que todo mundo usava franja e que as meninas eram muito histéricas! 
*Dress é balcão*

Comprei pelo site http://www.ticketmaster.co.uk/
Eles mandam a confirmação por email e você retira os ingressos no teatro. E alguns dias antes do espetáculo, eles te mandam um email para te lembrar. 


segunda-feira, 12 de maio de 2014

Cuba - parte 3 - nadando com golfinhos - abril/2012

Ok, ok, Havana é muito legal. E acho que tem que visitar logo, porque sabe-se lá o que vai acontecer com a ilha quando os irmãos Castro deixarem o poder.

Mas ir para uma ilha no Caribe e não ir para praia é a mesma coisa que ir a Roma e não ver o Papa (eu fui a Roma e não vi o Papa, mas isso fica para outro post).

Então pensamos em que outra cidade poderíamos visitar e ficamos entre três: Varedero, Cayo Coco e Cayo Largo. Varadero nós eliminamos porque parecia um roteiro CVC...E depois de pesquisar mais um pouco optamos por Cayo Largo, porque tinha um passeio com golfinhos.

Nem sabíamos muito o que esperar desse passeio com os golfinhos, pois não havia muitas informações disponíveis. Mas foi (de longe) a coisa mais legal que fiz na minha vida!








Lindos golfinhos: Luna e Beni!



Funciona assim: numa das praia, ficam dois golfinhos dentro de um cercado. Aí entram de 4 a 8 pessoas na água (com colete salva-vida), para interagir com os golfinhos. Então você faz os sinais que o treinador ensina e eles fazem alguma coisa, como dar beijo, girar, 'dançar'. Pode parecer meio bobo falando assim, mas eles são tão incrivelmente fofos que eu não conseguia parar de sorrir, parecia criança! E a pele deles é muito legal, parece borracha. O nosso golfinho chamava Beni e era muito esperto! Mas o mais legal é quando os trinadores mandando todas as pessoas para o fundo do cercado e pedem para uma pessoa por vez deitar de barriga para baixo, com os pés bem retos. Eu fui a primeira, então não sabia o que esperar. Fiquei lá deitada com as pernas muito duras e veio um golfinho em cada pé e me levantaram no ar! Genteeeeeeeeeeeeeeee! Que coisa mais fantástica! Eu gritava, ria, fazia pose para um dos treinadores que estava tirando fotos (que depois seriam vendidas pela módica quantia de 20 dólares). 


Depois até fiquei um pouco preocupada, pensando pobres golfinhos, ficam presos, tendo que interagir com esse monte de turistas... mas os golfinhos pareciam bem tratados. Claro que não temos que saber como eles sentem e pensam e com certeza seria melhor se eles estivessem vivendo em alto-mar. Da mesma forma como seria melhor que não existissem zoológico e aquários. Mas penso que quando interagimos com os animais de alguma forma, e como vemos como eles são incríveis, vamos nos dedicar a proteger melhor esse planeta para todos os seus habitantes. 


Ficamos no Hotel Sol Pelicano, (340 euros por 3 noites para 2 pessoas) que é um resort beira-mar. All-nclusive, mas o padrão das comidas e das bebidas não era lá muito bom não. O que valia a pena eram os calamares (lulas) fritos no almoço. Depois de Cayo Largo os calamares se tornaram um dos meus pratos preferidos (de preferência na praia!).

Reservei os vôos por esse site:

http://www.cubatravelnetwork.com/en/flights/flights_to_cayo_largo.asp
(Até hoje rio quando leio Aerogaviota...kkkk)

Os vôos de ida e volta ficaram cerca de 120 euros por pessoa, isso já com as taxas.


Chegando em Cayo Largo, pensamos que íamos pegar um táxi e ir para o hotel, simples né? Ocorre que a maioria (todo mundo) que vai para lá vai de excursão e já inclui o transfer do aeroporto-hotel no pacote. Ou seja, não há táxis! Então tivemos que pegar carona num dos ônibus e fomos para nosso hotel.

Presta atenção no papagaio de pirata láááá no fundo imitando a minha pose...kkkk

Passeio de barco com direito a lagosta no por-do-sol!

Hotel Sol Pelicano

O delfinário




* Se você não leu os outros posts sobre Cuba, fique ligado na hora de viajar: melhor levar euros, porque para trocar os dólares eles cobram taxas.


* Para quem se interessar mais sobre animais aquáticos, recomendo o documentário Blackfish, que fala sobre o tratamento dado às orcas no SeaWorld. Está no Netflix. 


domingo, 11 de maio de 2014

Recife e Porto de Galinhas - 2006

Caramba, essas são do fundo do baú...lembro de poucas coisas, mas principal era o taxista, que nos levou de Cabo de Santo Agostinho para Recife e que não conseguia manter os olhos na estrada por um minuto. Isso porque, segundo ele, a lua estava en-can-ta-do-ra!



Essa foto foi durante muito tempo a minha foto de praia preferida!





Aí no fundo é a janela, mas parece um quadro! Lindo!
Gente, isso foi em 2006! Eu ainda usava aparelho nos dentes!!!

NYC

Nova York - 20 a 26 de abril de 2012
(post com um certo delay...antes tarde do que nunca!)
Chrysler Building


Vista do quarto do hotel Millenium UN, de acordo com o Booking, ele já mudou de nome para One UN 
O hotel, além dessa vista, tem uma cama maravilhosa!

Nessa região da cidade, perto do prédio das Nações Unidas, têm vários hotéis. Uma coisa que achei bem interessante é que nos andares mais baixos os prédios têm escritórios e salas comerciais e nos andares mais altos são os hotéis, o que é bom para os hóspedes, porque os quartos ficam com vistas mais bonitas!

Passeios em NYC:
1º dia: chegada-táxi para o hotel- almoço no Le Pain Quotidien, MoMa + jantar pizza e chianti

Central Station


Central Station

2º dia: Café Cosi, Central Park, Sephora, almoço restaurante italiano UES, Brooklin Bridge + jantar restaurante tailandês com sakê lichia (East Village)



Dia lindo de sol no Central Park 

Memorial a John Lennon, no Central Park

Brooklyn Bridge







 3º dia: chuva! Café Cosi+ McSorley's Old Ale House + Starbucks + Stomp no East Village
O Stomp é muito muito bom. É um espetáculo off broadway, que é uma "combinação única de percussão, movimento e comédia visual", isso segundo o site deles. Mas acho que é bem isso mesmo.


4º dia: Café da manhã no Le Pain Quotidien, Museu Guggenheim + Museu de História Natural + loja da Apple + Macy's + BH Photo + burguer king



5º dia: Le Pain Quotidien + Macy's + Empire State + Spiderman + Sarah Jessica Parker

Empire State Building
Uma dica legal é subir no Empire State e pegar o audio guia. 






Broadway! Fui assistir Homem Aranha, é legal, bem dinâmico, ele usa sua teia para passar sobre a platéia. 


E na saída da Broadway, nada mais New Yorker que encontrar a Sarah Jessica Parker (e receber um tchauzinho dela!!!)

E encontrar não só ela, mas seu marido, Matthew Broderick, o eterno Ferris Buller!

6º dia: Le Pain Quotidien, Soho, Little Italy, Chinatown, Ground Zero, Wall Street, Macy's , Show de Jazz no Jazz Standard



Times Square

Chrysler Building (abrindo e fechando o post!)