terça-feira, 26 de julho de 2011

Firenze!

Firenze (Florença)!!! De 31 de maio a 4 de junho de 2011



vista da Praça Michelangelo

Amei, amei, amei. Por mim, ficava morando lá. (Quem sabe um dia?)

Pensa numa cidade italiana, renascentista. Limpa, não muito grande, mas com tudo que você precisa para viver muito bem. Além de ter o museu mais maravilhoso-fantástico-do- mundo - a Galleria Degli Uffizi. 

Cheguei de trem, vindo de Veneza (umas 2h de viagem). Desci na Estação Santa Maria Novela (Firenze SMN) e fiquei hospedada ali perto, no Hotel Albani, que recomento muito! Foi o hotel mais caro da viagem (cerca de 140 euros a diária), mas valeu muito a pena. Ele não é só um pouco melhor que os outros... ele é MUITO melhor. O banheiro todo em mármore, banheira, aquecedor de toalhas, camas maravilhosas, e camareiras que deixam a previsão do tempo com balinhas de goma! Ai que mimo! Foi o melhor hotel que já fiquei na vida! Tá certo que isso não quer dizer muito, porque sempre fico em lugares bem simples, então esse foi um upgrade e tanto. 

Se vc chegar e/ou partir de trem de Firenze, é muito cômodo ficar perto da estação de trem. E é uma região muito tranquila (nada a ver com as regiões perto de rodoviárias no Brasil, que são super decadentes), com vários hotéis. 

Chegamos umas 20h30, fomos para o hotel fazer o check-in e deixar as malas e já saímos comer. Como a maioria dos lugares da rua já estava fechado, fomos no McDonald's, bem na esquina...tá, eu sei que é crime ir no McDonald's num lugar com tantos lugares maravilhosos para comer, mas a preguiça falou mais alto. 13 euros por 2 Big Macs + 0,20 euros por cada ketchup... nunca tinha visto essa de cobrarem pelo ketchup... mas enfim...

No dia seguinte acordamos, tomamos café e fomos passear. Primeiro Santa Maria Novella,

Santa Maria Novella - Igreja de pedra com fachada de mármore. Dentro várias obras de arte, entre elas, uma cruz de Giotto.


depois Santa Maria Maggiore e Santa Maria Dei Fiore (Il Duomo). Vc tinha que ver minha cara de felicidade quando vi o Duomo... =)


Essa construção logo atrás de mim é o Batistério e lá no fundo Il Duomo!!!






olha esses mármores coloridos! é lindo, é perfeito, é magnânimo!!! (estou ficando sem adjetivos)


É lindo, é sensacional, é fantástico...

Tinha uma fila razoável para entrar, mas achei melhor encará-la do que tentar voltar depois... e foi uma decisão sábia... a fila andou bem rápido e em uns 10 minutos estávamos dentro. Aluguei um audioguia (5 euros). Praticamente todas as atrações têm audioguias, então é melhor escolher os lugares em que vc quer alugar um. No Duomo é bom, mas tem lugares melhores. 

A Igreja não tem muitas obras de arte... quer dizer, tem, mas como posso explicar... são obras isoladas, não é uma igreja cheia de afrescos, é mais uma escultura aqui, um quadro ali... e o duomo, q é fora de série:


uau.


O Duomo de Bruneschelli é uma das maiores obras de arte do mundo... acho q não preciso dizer mais nada né?

À tarde fui na Galleria Degli Uffizi (é bom agendar antes pela internet). Entrada 15 euros + 5 euros do audioguia. A Uffizi foi o museu que mais gostei (e olha que fui no Louvre e nos Museus Vaticanos). Mas não adianta, sou muito fã da escola fiorentina. Simplesmente não queria sair da sala Botticelli (salas 10-14), podia ficar morando lá... é muito incrível... os cabelos da Vênus são dourados!


quer ver uma Edna feliz?



Duomo visto da Uffizi

Os museus são ótimos lugares para comprar livros de arte. Infelizmente tive que me conter, porque minha mala já estava com duas toneladas e lamentavelmente não disponho de eunucos para carregar minhas bagagens...hehehh
   
Depois é legal passear pela Via Dei Calzaiuoli, bem no centro de Florença. É um calçadão com lojas legais, muitos lugares para comer e tomar um gelato.  


No final da Via Calzaiuoli tem a Piazza della Signoria, onde ficam o Palazzo Vecchio e a Uffizi.



Palazzo Vecchio




réplica do Davi de Michelangelo - original na Galleria dell'Academia


No dia seguinte fomos passear no Mercado Central de manhã. O mercado em si estava fechado (não sei se temporária ou permanentemente). Mas na frente dele tem uma feirinha muito legal. Tem umas quinquilharias e umas coisas falsifix, mas também tem muita coisa legal, acho que principalmente os artigos de couro valem a pena. E não são só as barraquinhas, tem também várias e várias lojas de couros com casacos, jaquetas, bolsas, malas, carteiras...Ah, também é legal comprar as cartas fiorentinas! 


Ali pertinho do Mercado Central tem a Igreja de San Lorenço e a Capela Medici. Na Capela Medici têm esculturas que o Michelangelo fez para o túmulo dos Médici, A família da época em Firenze.


À tarde fui na Galleria Dell'Academia. Olha, esperava mais. Mas eu sou uma pessoa que gosta mais de pintura do que de escultura. Vale a visita só pelo Davi e pelos escravos de Michelangelo. Só, como se isso fosse pouco heheheh
Eu diria que o que salva o audioguia é exatamente a descrição dos escravos. São quatros escultoras em mármore inacabadas que, segundo o audioguia: "mostram o homem tentando se livrar daquilo que o prende".
O Davi também é muito incrível. Não só pelo tamanho, pela perfeição, pelos detalhes (ele tem veias!!!), mas pela expressão.


No último dia em Firenze acordei cedo e saí fotografar. É muito bom fazer isso! Olha só:









Como não amar essa cidade?
Como?
Como???? hehehe
fiquei muito feliz com esse espelho d'água. Isso vc só consegue bem cedo ou no entardecer, porque o sol tem que bater nos prédios para refletir na água.  


À tarde fomos fazer um citytour com a City Sightseeing. Não lembro se foi 15 ou 20 euros por pessoa/dia. A empresa faz duas linhas, uma que percorre Florença e outra que vai até Fiesole, que é uma micro cidadezinha no alto da colina, de onde se tem uma vista espetacular de Florença, onde têm muitas ladeiras mas não tem muitas coisas para fazer não. 


Achei muito bom o tour. Descemos perto da ponte Vecchio para visitar as joalherias da ponte (todas essas casinhas que aparecem na Ponte são joalherias, é o único tipo de comércio que pode ter lá) e para visitar a  Santa Croce.


Santa Croce e a estátua de Dante (e um cara nadavê)


A Santa Croce tem os túmulos de ninguém menos que Galileo Galilei, Michelangelo, Machiavel e Dante Alighieri. Tá bom ou quer mais? 


túmulo do Michelangelo na Santa Croce...sabe como é fã, não pode perder uma foto com o ídolo...


Depois voltamos pro ônibus e descemos na Piazza Michelangelo, vista linda de Florença:

Preços de entradas/audioguias/etc.

Entrada Santa Maria Novella 3,50 (grátis acima de 65 anos)
Entrada Uffizi 15,00
Audioguia Uffizi 5,00
Entrada Academia 15,00
Audioguia Academia 5,50
Audioguia Duomo 5,00
Entrada Capela Medici 6,00
Entrada Santa Croce 5,00 (8,00 se combinada com a entrada da Casa Buonarotti)

Nenhum comentário:

Postar um comentário