sábado, 26 de março de 2011

¡Los Roques - Venezuela!

Carnaval = trio elétrico, blocos, desfile de escola de samba? I don't think so. Este ano preferi curtir a tranquilidade do paraíso. O paraíso escolhido foi Los Roques, Caribe Venezuelano.




Estada: de 6 a 12 de março de 2011


Los Roques: quando eu contava pra alguém para onde estava indo a pergunta recorrente era "Onde?"
Los Roques é um arquipélago no mar do Caribe, pertencente a Venezuela.
A única ilha habitada é Gran Roque. A população é de mais ou menos 1.800 habitantes. As ilhas mais próximas são Madriski e Franciski. Esse "ki" do final vem de uma mistura/adaptação do inglês pro espanhol, de cay (ilhota) para ki. Algumas ficaram como Cayo mesmo.





Pracinha no centro de Gran Roque


Fachada da Pousada Doña Magali, com o Chavez (cadê Kiko e Chiquinha?)



Fachada de uma escolhinha em Gran Roque, com Simon Bolívar


como chegar: Até Caracas é possível resgatar com milhas ou pontos. Resgatei a ida e a volta pela TAM.
De Caracas são basicamente três empresas que voam até Los Roques: Aerotuy, Chapi Air e Jomicol.
Fui pela Chapi Air - aviãzinho para 14 passageiros, uma verdadeira kombi voadora, barulhenta pra caramba, mas que tem janelas grandes e garante ótimas fotos aéreas. Todos os lugares são janela, porque são só dois passageiros (bem apertados) por fila. Os dois lados são bons para ver a paisagem.


Voltei de Aerotuy - avião maior, para umas 40-50 pessoas, mais estável, mas com janelas pequenas e vidro todo riscado... ruim para fotos! Na volta para Caracas, do lado direito (poltrona F) dá para ver o pôr-do-sol (se o vôo for à tarde, por supuesto!) e do lado esquerdo (poltrona A) tem uma visão melhor das ilhas.


Os vôos Caracas-Los Roques saem em torno de 250 dólares ida e volta (depende da companhia aérea, antecedência, etc...). As pousadas geralmente se oferecem para comprar os vôos de seus hóspedes. Tem gente que prefere comprar direto pela internet ou deixar para comprar lá na hora. Pela internet eu não recomendo, por causa do câmbio, que no cartão vai ser sempre o oficial (mais infos abaixo). Deixar para comprar lá pode até ser financeiramente vantajoso, mas e se não tiver pro dia que vc quer e vc tiver que perder mais um dia em Caracas? =(
Os meus foram comprados pela pousada, mais tranquilo e com preços bem honestos.

câmbio: A moeda da Venezuela é o Bolívar Fuerte (BsF). Eles têm um câmbio oficial e um paralelo (ilegal, generalizado e muito mais favorável ao turista). Na real, o câmbio oficial não passa de uma ficção do governo venezuelano. Para se ter uma ideia: câmbio oficial US$ 1 = BsF 4,3. Câmbio paralelo consegui fazer por US$ 1 = BsF 8. Ou seja, quase o dobro. Ou seja-2, minha viagem poderia ter custado o dobro!

No aeroporto vêm algumas pessoas te abordar e perguntar se quer táxi ou câmbio. Não dê ouvidos a eles. Sempre receba primeiro os bolívares, conte com calma e depois entregue os dólares. Há várias histórias na internet de pessoas que entregaram seus dólares e depois o cambista devolveu dizendo que eram falsos, mas na verdade ele trocou as notas e estava devolvendo uma nota falsa. E aí? Vai reclamar com quem?

No aeroporto troque o mínimo possível porque o câmbio em Los Roques é bom. Eu troquei 100 dólares e foi o suficiente: deu BsF 750. Com isso paguei o hotel de Caracas (350) + taxas de embarque (38) + taxa de entrada em Los Roques (152) + lanche no aeroporto de Caracas (24) e ainda sobrou pro passeio do primeiro dia.


onde ficar:
Em Caracas: fiquei no hotel Catimar, mas não recomendo! Achei o hotel um lixo total!!! Lençóis sujos, toalhas manchadas, um nojo! O restaurante nem se fala: totalmente incomível!!! A única vantagem é que eles te esperam no aeroporto, indicam com quem fazer o câmbio e te levam no aeroporto no dia seguinte, tudo por BsF 350.

Em Los Roques: fiquei na Posada Tropicana, dos queridos Matteo e Carolina (email posadatropicana@yahoo.es). Fui numa época de altíssima temporada e tive muita dificuldade em achar lugar. Acabei dando muita sorte em ficar na Tropicana. Fiz a negociação diretamente com o Matteo, por email. Ele foi muito atencioso e respondia bem rápido às 54.782.874 perguntas que eu fazia. E também conseguiu os vôos de Caracas-Los Roques. Fiz um adiantamento via paypal de metade da hospedagem e 100% do valor dos vôos. Na pousada paguei o restante em dólares (cotação US$ 1= BsF 7,8). A pousada é simples, mas limpa e aconchegante. As refeições são ótimas! comprei com pensão completa. Café da manhã com arepas, queijo, presunto, panquecas, mel, nutela, suco fresquinho, café, leite... almoço em uma cava para levar nos passeio: um bolo de batata, ou macarrão e sanduíche ou arroz e peixe mais salada de frutas, cervejas, água e refrigerante. À noite jantar com entrada, primeiro prato, prato principal e sobremesa. Cada dia uma coisa diferente e todos ótimos.





Outras opções de pousadas bem legais (que eu entrei para conhecer, mas não sei falar da comida, atendimento, etc):
- Posada Acquamarina: é a mais bonita, a maior. Muito legal mesmo.
- Posada Macondo: também é grande e bonitinha.
- Posada Guaripete
- Posada Rosaleda


o que fazer: visitar ilhas! Afinal, é um arquipélago!
os passeios podem ser todos contratados lá.
Algumas pousadas vendem opções com os passeios às ilhas próximas incluídos (Franciski e Madriski).
Tem basicamente 2 "operadores de passeios" em Los Roques. O já famoso Jesus Contrera e o Dani. Você diz a eles para onde quer ir, geralmente no dia anterior e eles te encaixam em um barco. Os barcos nlmente levam o número certo de cadeiras e guarda-sóis, mas não custa nada confirmar. Também fique de olho para ver se a sua cava entrou no barco.


 06/03 Volta na ilha e subida ao farol. Cheguei umas 14h30 então não dava mais tempo de ir pra nenhuma ilha, todos os barcos já tinham saído. Aproveitei para fazer uma volta de reconhecimento na ilha e subir até o farol. 





07/03 Madriski BsF 70. Madriski e Franciski são as duas ilhas mais próximas (uns 5-10 min de Gran Roque) então geralmente você vai a uma delas no dia que chega e na outra no dia que vai embora. Eu tinha ouvido falar (ou lido por aí) que elas costumam ser muito cheias e imaginei que não seriam muito bonitas. Ledo engano! Olha só Madriski:



É um paraíso! E mesmo eu tendo ido em altíssima temporada (Carnaval), a praia não estava cheia (pelo menos não como costumam ficar as praias catarinenses/cariocas/nordestinas nessa época do ano!)


08/03 Cayo de Agua + Dos Mosquises + Espenki BsF 160 Cayo de Agua é a ilha mais afastada, fica a mais ou menos 1h de Gran Roque. 
Cayo de Agua é lindo! O que eu achei uma pena é que chegamos às 11h da manhã e fomos embora às 14h30, para dar tempo de passar em Dos Mosquises e Espenki. Por mim ficaria o dia todo lá! (próximas 4 fotos são de Cayo de Agua)






    



Dos Mosquises é onde tem o projeto de preservação da Tortuga Marina. Entrada no projeto BsF 10.

Tortuguitas! criadas em tanques em Dos Mosquises até completarem um ano






09/03 Noronski BsF 100. É a praia das tartarugas. Eu não vi nenhuma, infelizmente =(. Mas tudo bem, vi polvos! O lugar é ótimo para fazer snorkel. Só preste atenção na correnteza, que o dia que eu fui estava puxando muito. E do lado direito da praia fica muito raso de repente. Por outro lado, também tem uma parte que fica muito funda de repente. É só ver as diferenças de tonalidade do azul nas fotos. O claro é raso e o escuro bem mais fundo (essa afirmação é óbvia demais?). 








10/03 Sebastopol + bancos de areia + avistar aves + snorkel em alto mar BsF 160


Ednaski

uns 6m de profundidade, visibilidade ótima!






11/03 Kraski BsF 100 mais uma ilha com praias lindas! Aqui foi o lugar onde achei que tinha menos vida marinha e a visibilidade era pior (mas ainda assim era boa). A vantagem era aproveitar a praia e a água do mar mais quente. 






12/03 Franciski BsF 70. Foi a ilha que eu mais gostei! Acho q ela é muito injustiçada, por ser tão perto de Gran Roque. A única desvantagem é que pode ficar um pouco cheia, pelo menos mais cheia que as outras praias de Los Roques. Mas as vantagens são muitas: é perto (uns 5-10 min de Gran Roque), é barato, tem um restaurante que faz lagostas na hora (não comi, mas as lagostas estavam tão bonitinhas!), tem uma área para snorkel incrível!!! Várias especies de corais e peixes, aliás foi o local onde vi peixes maiores. Em alguns locais a profundidade chega a uns 6m com uma visibilidade incrível!




lagostas aguardando para serem devoradas em Franciski

......


Fora isso ainda tem muitas outras opções! 
Também é possível alugar um veleiro ou uma lancha. A lancha, pelo que eu ouvi de um barqueiro sairia BsF 1800 por dia e deve comportar umas 10 pessoas.


o que levar:
- Snorkel e máscara (fundamental!)


- Protetor solar bom de fator alto. Usei o da Clinique fator 30 para o corpo e o da Neutrogena fator 90 para o rosto e ainda assim fiquei mega bronzeada!


- Nadadeiras: aqui vale a pena uma avaliação entre a eficiência da nadadeira e a sua portabilidade...hehehe o que quero dizer é será que vale a pena levar uma nadadeira enorme e pesada sendo que vc vai ter que carregá-la para cima e para baixo? Mas tb não vai comprar um pé-de-pato de natação! hehehehe Comprei uma da oxer, que é pequena e bem leve. Talvez ela não dure muito, mas por enquanto está cumprindo muito bem sua função.


- Camiseta/malha para usar durante o snorkel - existem específicas para snorkel e surf, acho que são de lycra. Use se você não quiser ficar com as costas vermelhas/ardidas ou bronzeadas demais. Para quem fica muito tempo na água como eu, é ótimo. Comprei uma da Rip Curl de manga comprida que me foi mto útil! Isso porque mesmo q aplique filtro solar ele acaba saindo na água, sem contar que é mto mais rápido vestir a camiseta do que passar filtro. E assim, o sol de Los Roques é mto mais forte que o do Brasil, mesmo não sendo tão quente, porque tem muita brisa. 


- Sapatilha para andar em pedras/corais/água também muito útil.


Repelente eu levei, mas não usei, então não considero fundamental. E se for vc que está sendo atacado por insetos, pode comprar lá. 


Fora isso é viajar de tênis e levar um chinelo (e só). As ruas são de areia, então salto nem pensar. Levar roupas leves, shorts, saias e nada mto chique porque não vai ter onde usar.


outras informações: 


1) para Los Roques só se pode levar 10kg de bagagem, o excesso paga US$2 por kg.


2) guaripetes: são uns lagartinhos pretos, que existem aos montes e são folgados demais! Eles não fogem só de vc olhar pra eles, como as lagartixas comuns, pelo contrário! 


3) compras: Los Roques tem uns 3 ou 4 mercadinhos para comprar coisas essenciais, como pringles e pirulin (se vc não sabe o que é, precisa descobrir!)...hehehe. Os itens básicos é possível comprar lá, como shampoo, sabonete, a ilha não é tão pequena nem tão isolada que vc precise se desesperar porque esqueceu a escova de dentes. Fora isso, vc encontra algumas lojinhas de souvenirs, quinquilharias e afins. O que eu achei mais legal foi o mapa (porque coleciono mapas!) e um livro com fotos de Los Roques. Também tem alguns artesanatos legais.